- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

 

"Peace Atlantis I"

Portugal entrou na "era F-16" quando uma carta de compromisso foi assinada em Agosto de 1990, para o programa "Peace Atlantis".

O Programa era em parte um pagamento por parte dos Estados Unidos pelo uso da base das Lajes, nos Açores e incluía 17 F-16A e 3 F-16B ( todos na versão Block 15 OCU ), tal como apoio logístico: equipamento de manutenção, livros, peças suplentes, instrução de pilotos e pessoal "de terra", tal como a participação em diversos programas usuais para os utilizadores NATO desta aeronave.

As aeronaves seriam em 1ª mão na especificação Block 15 OCU o que os tornaria quase semelhantes aos F-16 ADF norte-americanos, sendo a única diferença as antenas AIFF ( IFF avançadas ). Estes 1ºs F-16´s teriam a capacidade para lançar o AIM-7 Sparrow embora este nunca tenha sido adquirido.

A cerimónia de recepção das duas primeiras aeronaves foi efectuada a 18 de Fevereiro de 1994 e as primeiras 4 aeronaves recebidas a 18 de Julho do mesmo ano. A 12 de Novembro, 1997, Portugal anunciou que iria modificar as suas 20 aeronaves do programa "Peace Atlantis I" com o   Mid Life Update ( MLU )  As aeronaves passariam assim a possuir a designação de F-16AM e F-16BM.

 

"Peace Atlantis II"

Em 1996 a Força aérea portuguesa requesitou informação para a possível compra de 25 aeronaves F-16 ( 21 A e 4 B ) Block 15 em segunda mão ao Estados Unidos. Estas aeronaves teriam motores novos e o projecto estaria estimado em 258 milhões de dollars.

A 20 de Novembro de 1997 o Pentágono anunciou que a transferência das 25 aeronaves F-16A/B Block 15 em segunda mão ( Ex Air National Guard ) tinha sido aprovada. Todos os encargos de transferência para território nacional ( tanto de aeronaves como de peças ) estariam a cargo da própria Força Aérea Portugesa.

O governo português deu a sua aprovação a 14 de Novembro de 1998. O Contrato incluía 25 aeronaves em segunda mão, que receberiam novos motores (  F100-PW-220E). Das 25 aeronaves apenas 20 seriam modificadas para uso operacional, ficando as outras 5 como fornecedores de peças suplentes ou eventuais aeronaves substitutas em caso de acidente.  Estas 20 aeronaves estão destinadas a criar uma segunda esquadra ( esq. 202 Galos ) de aeronaves F-16 em Monte Real.

As 20 aeronaves do programa "Peace Atlantis II" serão também modificadas para a versão MLU ( Mid Life Update ). Portugal tornou-se assim o 4º país a receber F-16´s dos Estados Unidos em segunda mão tal como o 5º país a incorporar o sistema MLU nas suas aeronaves. Neste momento as aeronaves já se encontram em Portugal a sofrer as modificações para MLU tal como o Falcon UP/SLIP.

 

Serviço operacional

As primeiras 20 aeronaves do programa "PA I" são de momento operadas pela esq. 201 FALCÕES na base aérea nº 5 em Monte Real. A esquadra 201 opera também de momento as primeiras aeronaves MLU.

A identidade da segunda esquadra que irá operar o F-16 foi revelada recentemente - será a esquadra 202 "Galos", voltando assim a Força Aérea a restaurar a tradição das antigas esquadras de F-86 ( Esq. 51 e 52 ).

 

1º F-16 MLU modernizado nas OGMA. S/N 15133

 

Novos desenvolvimentos

Portugal juntou-se recentemente ao grupo internacional de aviões de caça criado pelos operadores de F-16´s  europeus ( Dinamarca, Bélgica, Holanda e Noruega - EPAF )  possuem também  aeronaves com a configuração MLU. Portugal irá usufruir assim de uma troca de conhecimentos mútua tal como diversos apoios repartidos e prováveis descontos na aquisição de armamento conjunto para todos os membros.

Além dos habituais AIM-9P, AGM-65 Maverick, MK-82 e MK-84 ( free fall bombs ), Portugal tem planos para adquirir JDAM ( Joint Direct Atack Ammunition ), JSOW ( Joint Stand Off Weapon ) e AIM-120 AMMARAM ( 20 dos quais já tinham sido adquiridos em finais de 2004 ). Estas armas irão finalmente fornecer à FAP a tão aguardada capacidade de combate com PGM´s e defesa aérea BVR. É também conhecido o interesse na força aérea portuguesa em adquirir 6 pod´s de designação de alvos. Entre as diversas soluções é conhecida a preferência da FAP pelo RAFAEL Litening II.

Estima-se que as duas esquadras estejam totalmente operacionais já com o standart MLU e com o novo armamento em 2011.

 

Programa Modelo Versão ( Block ) Quantidade Matrículas Entrega
Peace Atlantis I F-16 A/B 15OCU 17A  3B 15101/15120 1994-1996
Peace Atlantis II F-16 A/B 15OCU 21A  4B 15121/15140 2004-2008

Atenção: o quadro apenas se refere a transferências - não são incluídas as modificações nem o serviço operacional ( pois 5 das aeronaves do PA II ficam como suplentes ).

 

Aeronaves acidentadas

O num. de aeronaves  na esq. 201 é presentemente de 19 aviões F-16A Block 15, e não de 20 como referido.

Enquanto efectuava manobras de acrobacia para apresentar no festival aéreo comemorativo dos 50 anos da FAP, o Capt. Jorge Moura despenhou-se ao comando do F-16 15111 às 11:49 no topo sul da base aérea de Monte Real ( 2002.03.08 ), deixando mulher e 2 filhos. As aeronaves substituem-se... os pilotos não.

 

[ voltar atrás ]

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

 

Página optimizada para resoluções 1024x768 | I.E. 5.0 ou superior

Ricardo Nunes © 2003 Todos os direitos reservados | Disclaimer | Novidades